IGREJA ASSEMBLÉIA DE DEUS EM ARACAJÚ, MIN.YHAVÉH SHAMÁH.
AV: HERACLITO GUIMARÃES ROLEMBERG, 4790, CONJ. ORLANDO DANTAS-ARACAJÚ-SE



segunda-feira, 23 de julho de 2007

“GERAÇÃO VAI... E GERAÇÃO VEM... O que estou fazendo para marcar a minha geração? TEXTO CHAVE: ECLESIASTES 1:4 "Gerações vêm e gerações vão, mas a terra permanece para sempre". INTRODUÇÃO: Uma geração é um tempo, uma etapa, um período determinado da nossa existência, em que nos propomos a representar algo que defina nossa passagem pela vida. Nossos pais viveram e, provavelmente, já passaram; eles tiveram sua chance, sua oportunidade em sua geração. Agora é a nossa vez. Temos a oportunidade de mexer, ou não, com as bases da nossa geração. Esse é o grande desafio do pregador. Nossos ancestrais passaram por aqui, mas, será que eles deixaram sua marca na história? Quero dizer: uma boa impressão na história. Será que eles construíram algo de bom para contribuir com nossa cidade, nossa nação e nossa história? Quantos deixaram um legado legítimo como modelo e referência? O texto de Eclesiastes exclama esse desafio como se o pregador estivesse questionando. Uma geração veio e se foi, outra geração veio logo após aquela e nada de novo aconteceu na terra, na história e na sociedade. Essa nova geração não fez muita diferença da primeira, não mexeu em nada, não alterou nenhum curso e nem abriu nenhuma nova fronteira, apenas veio e passou sem deixar vestígios. I - A GERAÇÃO QUE PASSA SEM DEIXAR VESTÍGIOS) A -Essa geração é aquela dos anônimos; dos despercebidos; dos descomprometidos; dos alienados. Eles não lutam por nada, não se esforçam em nada, não se importam com nada e não se incomodam; é como se tudo o que acontece em seu contexto não lhes causasse um pingo de curiosidade em saber o que aquilo representa. Eles foram acomodados em seu mundo e não buscam novas experiências, são indiferentes e alheios a tudo o que acontece em seu redor. São individuais, não participam e nem compartilham com os outros por representarem uma geração egoísta.) B- Uma geração como essa vai passar sem ser vista, mencionada ou percebida, porque ninguém lembrará deles. Eles não têm feitos para que alguém possa comemorar. Essa é uma geração passiva.) C-Nós estamos sendo confrontados pela verdade da Palavra de Deus a não nos conformarmos com essa geração (Romanos 12: 2 "Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.). Não podemos passar sem sermos vistos e sem deixarmos nossa boa marca. Deus nos desafia a sermos bênção para a nossa geração (Gênesis 12: 2 “Farei de você um grande povo, e o abençoarei. Tornarei famoso o seu nome, e você será uma bênção"). Somos verdadeiras sementes do plano de Deus na terra; temos que nos lançar neste solo e deixar a vida de Deus crescer e frutificar através de nós. II – A GERAÇÃO QUE DEIXA SUA IMPRESSÃO NEGATIVA A) Essa é uma geração que optou por obras sofridas e vergonhosas; quando pensamos em alguns personagens dessa geração, o que nos vem à lembrança é um pensamento triste e desagradável, porque eles marcaram a história de uma maneira negativa, trágica e inconseqüente. B) Eles ficaram conhecidos como alcoólatras, drogados, homicidas, ladrões, assaltantes, traficantes, terroristas, defraudadores, desonestos, fracassados, falidos, etc. Essa é uma geração que deixou rastros de miséria, dor e sofrimento, tanto para si mesmo como para aqueles que estavam ao seu redor, fazendo parte do seu convívio, bem como para sua própria descendência, a qual já nascerá comprometida, estando fadada a ser uma geração socialmente estigmatizada. C) Nós precisamos marcar a nossa geração com uma lembrança positiva, para que alguém no futuro possa falar bem de nós. Não podemos ser motivo de vergonha e desconforto para os nossos filhos, netos, bisnetos e a todos que nos descenderão. Embora sejamos jovens, hoje, as nossas obras servirão de alicerce para o nosso futuro, tanto para nós quanto para os que vierem depois de nós. Precisamos pensar no que estamos construindo, em que fundamento estamos edificando, porque o tempo, através das circunstâncias, irá provar as nossas obras. III – A GERAÇÃO QUE DEIXA UMA BOA IMPRESSÃO A) Esta geração é diferente, é especial. Ela não gosta da mesmice. Ela representa os inconformados e insatisfeitos. São os que reagem a algo que está errado, que não aceitam o que é desagradável e vil. São os que possuem bom gosto, que têm zelo pelo que é santo, decente e construtivo. Eles não ficam na passividade; lutam, se esforçam, investem, vencem o medo, derrubam muralhas e se projetam. B) Esta é a geração que busca a sabedoria, a inteligência. Eles estudam, trabalham, constróem, sonham, planejam, inventam e pagam o preço que for até alcançarem o seu propósito principal. Eles aprenderam a remir o seu tempo, o qual lhes é muito precioso. Não desperdiçam as oportunidades com coisas sem propósitos (Efésios 5: 15-16 "Tenham cuidado com a maneira como vocês vivem; que não seja como insensatos, mas como sábios, aproveitando ao máximo cada oportunidade, porque os dias são maus" ). Essa é uma geração comprometida e preocupada com sua própria geração. C) Essa geração tem um propósito, uma meta, um alvo. Eles lutam para não serem desclassificados; eles querem o primeiro lugar em tudo, eles buscam qualidade (1 Coríntios 9: 24-27 "Vocês não sabem que de todos os que correm no estádio, apenas um ganha o prêmio? Corram de tal modo que alcancem o prêmio. Todos os que competem nos jogos se submetem a um treinamento rigoroso, para obter uma coroa que logo perece; mas nós o fazemos para ganhar uma coroa que dura para sempre. Sendo assim, não corro como quem corre sem alvo, e não luto como quem esmurra o ar. Mas esmurro o meu corpo e faço dele meu escravo, para que, depois de ter pregado aos outros, eu mesmo não venha a ser reprovado"). D) Deus quer que você deixe uma boa impressão na sua geração, não deixe que ela venha e passe sem que você tenha feito algo de bom. Não deixe passar a sua oportunidade, a sua vez. Faça algo! Faça com prazer, com dedicação, com fé e confiança no seu Deus, que é o seu maior incentivador. Projete-se! Lembre-se: Projetar-se é ir para frente! CONCLUSÃOA nossa geração está sendo desafiada a mexer no curso da história. Por isso, sinta-se desafiado a fazer diferença com seu modo de ver, de ser e de crer.

terça-feira, 10 de julho de 2007

10 Mandamentos para bons relacionamentos Os Dez Mandamentos de Como Viver Bem Com os Outros I - Tenha controle de sua língua. Sempre diga menos do que pensa. Cultive uma voz baixa e suave. A maneira como se fala muitas vezes impressiona muito mais do que aquilo que se fala. II - Pense antes de fazer uma promessa e depois não dê importância ao quanto lhe custa. III - Nunca deixe passar uma oportunidade para dizer uma coisa meiga e animadora a uma pessoa ou a respeito dela. IV - Tenha interesse nos outros, em suas ocupações, seu bem-estar, seus lares e famílias. Seja alegre com os que riem e lamente com os que choram. Deixe cada pessoa com quem encontra, sentir que você lhe dispensa importância e atenção. V - Seja alegre. Conserve para cima os cantos da boca. Esconda as suas dores, seus desapontamentos e inquietações sob um sorriso. Ria de histórias boas e aprenda a contá-las. VI - Conserve a mente aberta para todas as questões da discussão. Investigue, mas não argumente. É marca de ser superior... discordar e ainda conservar a amizade. VII - Deixa as suas virtudes falarem por si mesmo e recuse a falar das faltas e fraquezas dos outros. Desencoraje murmúrios. Faça uma regra de falar coisas boas aos outros. VIII - Tenha cuidado com os sentimentos dos outros. Gracejos e humor não valem a pena e freqüentemente magoam quando menos se espera. IX - Não faça caso das observações más a seu respeito. Só viva de modo que ninguém acredite nelas. Nervosismo e indigestão são causas comuns para maledicência. X - Não seja tão ansioso a respeito de seus direitos. Trabalhe, tenha paciência, conserve seu temperamento calmo, esqueça de si mesmo e receberá a sua recompensa.

quarta-feira, 4 de julho de 2007

DEZ RAZÕES PARA APOIAR ISRAEL

Primero:Porque Israel é nitidamente a vítima de uma nova agressão e é [uma obrigação] moral apoiar as vítimas. Israel abandonou Gaza; o Hamas seqüestrou um soldado israelense e lançou seus ataques com mísseis. Pouco depois, uma chuva de foguetes de curto e médio alcance lançada desde o Sul do Líbano pelos terroristas do Hizb'allah (Partido de Alá) caiu sobre o país, provocando baixas na população civil. Vários militares foram assassinados. Israel não está atacando: está se defendendo – tem o direito e o dever de fazê-lo. Segundo: Porque, se Israel não se defender e não conseguir proteger seus cidadãos, repetir-se-á o massacre de judeus a que o mundo já assistiu (com bastante indiferença) durante o nazismo. Alguém duvida qual seria o comportamento de um governo palestino integrado pelo Hamas e pelo Hizb'allah se estes conseguissem derrotar o exército de Israel e dominar seu território? A ameaça de lançar os judeus ao mar não é uma metáfora, mas uma funesta promessa mil vezes reiterada pelos islamistas mais radicais. Terceiro: Porque derrotar e desarmar o Hizb'allah confere ao Líbano a oportunidade de existir como uma sociedade próspera, pacífica e livre. O Hizb'allah, com sua agressiva milícia armada pelos sírios e iranianos (mais poderosa que o exército libanês), não somente procura destruir Israel: já destroçou o Líbano precipitando-o numa guerra que a maior parte dos libaneses não desejava. Quarto: Porque Israel é a única democracia pluralista e respeitadora dos direitos humanos que existe no Oriente Médio. A única, com certeza, em que os árabes, inclusive os que detestam o Estado judeu, votam livremente e fazem parte do parlamento. A única em que as mulheres de religião islâmica estudam sem limitações, gozam dos mesmos direitos dos homens e não são tratadas como seres de segunda classe. Quinto: Porque a única solução desse conflito depende da convivência pacífica entre Israel e um mundo islâmico que, finalmente, como sucedeu com o Egito e a Jordânia, admita o direito desse Estado existir. Parece que isso não vai ocorrer até que se chegue à convicção de que não é possível destruir o Estado judeu, algo que ficará muito mais claro se os inimigos de Israel perceberem que o mundo livre respalda sua integridade sem vacilações. Sexto: Porque atrás do Hamas e do Hizb'allah estão as satrapias síria e iraniana, dois regimes inimigos do Ocidente que divergem no terreno religioso – a Síria é uma ditadura laica e o Irã é uma ditadura religiosa –, mas que convergem no ódio irracional às democracias liberais. Sétimo: Porque o êxito econômico, político, científico e social de Israel tem o potencial de converter-se em um modelo para a região. Os árabes mais sensatos de Gaza ou da Autoridade Palestina, quando comparam a vida miserável que lhes é imposta pelos homicidas da Al Fatah, do Hamas e do Hizb'allah com o estilo de vida muito superior de seus irmãos palestino-israelenses, inevitavelmente chegam à conclusão de que a liberdade e a racionalidade rendem dividendos. Oitavo: Porque a todo o planeta convém eliminar esses terroristas capazes de provocar uma escalada do conflito que pode levar a uma guerra devastadora. O Irã está a caminho de converter-se em um Estado nuclear, e seu presidente, Mahmud Ahmadinejad, tem reiterado que o Estado hebreu deve desaparecer. Ninguém duvida que, se ele tentar concretizar seu desejo, Israel responderá no mesmo nível e o resultado seria uma catástrofe para a região e para o mundo. Nono: Porque o que anima os aventureiros a atacar Israel é a duplicidade de linguagem dos países do Ocidente, a indiferença e a falsa equivalência, como se as ações de terroristas desalmados, que aspiram ser suicidas-assassinos que explodem ônibus escolares ou disparam foguetes contra residências de civis, tivessem a mesma legitimidade que a resposta de uma sociedade que se defende dessas agressões. Décimo: Porque aquela lição de história que nos explicava que os fundamentos morais da civilização ocidental se encontravam na tradição judaico-cristã era certa. No Ocidente, Israel somos todos. E se algum dia Israel perecer, isso representará um pouco a morte de todos nós. (Carlos Alberto Montaner – extraído de http://www.beth-shalom.com.br)

A LIÇÃO DO VELHO

O velho estava cuidando de uma planta com todo o carinho. O jovem aproximou – se e perguntou: - Que planta é esta que o senhor está cuidando? - Ah! É uma jaboticabeira – respondeu o velho. - E ela demora quanto tempo para dar frutos? - Pelo menos uns quinze anos – informou o velho. - E o senhor espera viver tanto tempo assim? – indagou irônico o rapaz. - Não, não creio que viva mais tanto tempo, pois já estou no fim da minha jornada! – disse o ancião. - Então, que vantagem você leva com isso, meu velho? - Nenhuma, exceto a vantagem de saber que ninguém colheria jaboticabas se todos pensassem como você... *não importa se teremos tempo suficiente para ver mudada as coisas e pessoas pelas quais trabalhamos e desejamos, mas sim que façamos a nossa parte, de modo que tudo se transforme a seu tempo”.

terça-feira, 3 de julho de 2007

Púlpito: o centro da autoridade (APOSTOLO RENÊ TERRA NOVA) O púlpito não é uma peça que inventaram para colocar o microfone e a Bíblia e pregar para uma multidão. O púlpito é a comunicação com as vidas. O púlpito é a autoridade. Você é o melhor púlpito que Deus tem. Um conceito que traduz muito bem o que é púlpito é almas. A Igreja precisa conhecer o q ue é púlpito e qual a autoridade que ele representa. Precisamos aprender a temer ao Senhor a partir do púlpito. Não existe nada melhor e mais importante do que estar com Deus, mas quando a nossa rota não está correta, também devemos saber quão apavorante isso é. Precisamos temer algumas coisas como pecar, ofender a santidade de Deus, afinal a Bíblia diz que terrível coisa é cair nas mãos do Deus vivo. "Horrenda coisa é cair nas mãos do Deus vivo." (Hebreus 10:31) Como assumiremos o púlpito se nossa vida não está de acordo com o que falamos nele? O ministério nos oferece vários púlpitos e temos que aprender a galgar todos eles. Existem pessoas que querem chegar ao púlpito do templo do MIR sem passar pelo banco, não querem obedecer, não querem passar pelo púlpito da limpeza. Passar pelo púlpito de ir à cruz todo dia, nem pensar. Onde está o morrer diário para que a vida de Cristo se manifeste em nós? "Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz, e siga-me." (Marcos 8:34) A célula é o primeiro púlpito que devemos subir e estar. Temos aprendido que somos uma Igreja Celular no Modelo dos Doze; precisamos absorver desta Visão, beber dela. A Visão é como um grande rio: muitos conseguem mergulhar, mas nem todos conseguem beber. Alguns estão dentro da Visão, mas não têm a Visão dentro deles. Há até aqueles que têm a Visão como carga. Mas o que importa é que alcançaremos a nossa Nação e Deus há de nos dar a graça para isso. O fardo é leve e o jugo é suave (Mateus 11:30). As células são motivo de alegria. Por isso, quando você for à reunião vá feliz, alegrando-se pelo privilégio de poder servir a Deus livremente. Não faça como alguns que vão com aversão: "Meu Deus, hoje tem célula!" É para se receber com alegria, liberar palavra de bênção, encorajamento, palavras proféticas. Se você já faz parte de uma equipe de 12, que bênção!!! A equipe é lugar de ter o caráter formado. E quando você for à macrocélula e vir uma multidão alegre-se ainda mais por ver que o mesmo Deus que o alcançou também está alcançando milhares de milhares; e não vai parar por aí... Podemos dizer que tanto as células como as equipes de 12, macrocélulas e demais reuniões são um púlpito tremendo, onde você pode ser ensinado para mais tarde ensinar, aprender a Palavra para mais tarde ministrar, ter os sonhos de Deus plantados em seu coração para mais tarde plantar esses sonhos no coração de outros e eles se encherem da vida de Deus. Que maravilha! E o púlpito do Pré-encontro, Encontro, Pós-encontro etc. Esta Visão é uma das maiores bênçãos que Deus já nos entregou. Fomos conscientizados de que o homem sem Jesus é pecador, mas com Jesus é santo. Descobrimos quem somos em Cristo e hoje podemos ampliar a nossa libertação, cura interior, batismo no Espírito Santo e ter uma vida diária de arrependimento. Você consegue imaginar alguém sem ter nenhum testemunho em casa ministrando sobre as portas de contra-ataque na família, por exemplo? Não, porque essa pessoa não pode ocupar esse púlpito. Alguém que não tem uma vida no Altar não tem autoridade de fechar a porta do contra-ataque em nenhuma área. O Senhor não quer que brinquemos de Igreja, de guerra espiritual, de religião. Satanás pode ceifar aqueles que vivem na distração. Por isso, não podemos nos distrair, senão o inimigo nos pega e acabamos utilizando um púlpito sem unção! Púlpito não é lugar de manipular multidão como se fosse um programa de auditório. Vigie! O diabo sabe que se a porta não for fechada ele exerce a legalidade. É através do púlpito que recebemos a unção de caráter, de responsabilidade e a unção de excelência com santidade. O verdadeiro excelente é santo. Hoje, Deus quer nos dar o púlpito que se chama vida de autoridade. Deus quer este púlpito para ser usado por Ele mesmo. Disponha-se a ser uma pessoa de autoridade, um púlpito para Deus. © 2005 Ministério Internacional da Restauração
Agencia Estado - 2/7/2007 13:37 Urubus se chocam com bimotor em SP e piloto fica cego O piloto Carlos Willian Pereira Fraga, de 22 anos, ficou cego de um olho, após o bimotor que conduzia ser atingido por um bando de urubus, segundo informações do telejornal SPTV, da Globo. O acidente ocorreu ontem, em Jundiaí, município do Estado de São Paulo. Ainda de acordo com o jornal, no choque, uma das aves quebrou o pára-brisa e Fraga ficou inconsciente. O avião estava no piloto automático. Depois do acidente, ele ainda conseguiu pousar a aeronave no aeroporto da cidade. Fraga foi transferido para um hospital de Goiânia, em Goiás.

segunda-feira, 2 de julho de 2007

Fazendo a vontade de Deus nas tribulações Sempre que passamos por momentos difíceis, pensamos em uma maneia de descobrir como entramos nessa situação, e acabamos por jogar toda a culpa em cima do diabo, esquecendo que Deus tem o controle de tudo, e se estamos passando por um momento de turbulência, muitas das vezes, não é o diabo quem vem nos atrapalhar, mas nós mesmos que damos brecha para ele. O diabo não tem poder para tocar em um fio de cabelo se quer daqueles que amam a Deus e que guardam os seus mandamentos. “Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus...” (Rm. 8:28) O nosso Deus quer que façamos a vontade Dele em todos os momentos de nossa vida, sejam eles bons ou ruins. Muitos dos problemas que enfrentamos, é simplesmente por causa da nossa falta de cautela, ou porque deixamos de fazer a vontade de Deus. O que fazer para permanecer na vontade de Deus? A primeira coisa que devemos fazer para permanecer diante da vontade de Deus, é nos desligar de tudo aquilo que está nos atrapalhando a ter uma vida de consagração. Deus nos dá a garantia de que podemos confiar nele em todos os momentos, basta nos entregarmos a Ele, e confiarmos na sua palavra. (Sl. 37:5) “Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nele, e o mais Ele fará”. Isso não quer dizer que nós não vamos passar por problemas, mas que quando enfrentarmos lutas, a vitória é certa. A tribulação nos ajuda a crescer e a estar sempre fortalecidos em Deus. “Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam”. (Sl. 23:4) EX:ELIZEU CONTRA OS ASIRIOS Jó foi provado de várias maneiras, mas mesmo passando por humilhações, e estando sobre o vale da sombra da morte, se manteve firme na presença de Deus, foi ricamente abençoado, e Deus restaurou tudo o que ele tinha. (Jó 42:10-17) Será que temos estado na presença de Deus? Será que temos feito todas as suas vontades? Temos que nos perguntar isso sempre que estivermos passando por problemas, e tentar saber se estamos servindo a Deus da maneira que Ele quer, pois se não fizermos a vontade do Pai, como podemos pedir algo a Ele e querer que ele nos atenda? Temos que viver segundo o que Ele tem planejado pra nós, caso contrário tudo em nossa vida não dará certo, pois os nossos passos são dirigidos por Deus, não importa o caminho que queremos seguir se não queremos caminhar segundo a sua vontade, nada que fizermos dará certo. (Pv. 16:9) “O coração homem traça o seu caminho, mas o Senhor lhe dirige os passos”. A segunda coisa que devemos fazer é ter um coração puro diante de Deus. “Cria em mim, ó Deus, um coração puro, e renova em mim um espírito inabalável”. (Sl. 51:10) Ter um coração puro é ter um coração sem malícia, buscando fazer tudo para Deus, como uma criança que faz as coisas sem buscar nenhum interesse. Muitas vezes fazemos a vontade de Deus por interesse, meio que obrigando Deus a nos dar o que pedimos. Ter um coração puro não é buscar benefícios com as coisas de Deus, mas sim amá-lo, e fazer a sua vontade sem esperar nada em troca. Abel e Caim quando ofereceram sacrifícios a Deus, nos mostra algo interessante que temos que ter como lição de adoração, Caim trouxe para o sacrifício uma oferta que não agradou a Deus, já Abel, trouxe das primícias do seu rebanho, e Deus se agradou da oferta de Abel. (Gn. 4:1-7) Quando fazemos algo para Deus, temos que fazer o melhor, pois Deus como autor e possuidor da vida têm direito à primeira parte de tudo quanto fizermos. Deus se agradou de Abel porque ele ofereceu a Deus de todo coração, deu o melhor sem querer nada em troca, Deus vê o coração. (1Sm. 16:7) “... O homem vê o exterior, porém,o Senhor, vê o coração”. Então para permanecermos na presença Dele temos que oferecer as primícias do nosso rebanho, ou seja, nós mesmos. Temos que ter a consciência de que somos filhos de Deus e que temos que oferecer a Ele a mais pura adoração, só assim podemos permanecer em sua presença.
PENSAMENTO «Uma coisa que eu sempre defendo é que as pessoas conheçam outras e tenham espontaneamente uma idéia de delicadeza, em vez de descobrir defeitos. A gente tem que olhar as pessoas e conhecer com otimismo, ver as grandes qualidades. Será que hoje ainda pensamos assim? essa luta conceito x preconceito Uma luta gêmea da desgraça.?»
VITORIA SOBRE O DESANIMO podem nos levar ao desânimo. A situação se agrava quando se acrescentam os problemas pessoais. Mas Jesus é maior que tudo! Ele nos ama e jamais permitirá que as provações sejam superiores ao que podemos suportar: "Não vos sobreveio tentação que não fosse humana; mas Deus é fiel e não permitirá que sejais tentados além das vossas forças; pelo contrário, juntamente com a tentação, vos proverá livramento, de sorte que a possais suportar" (1 Co 10.13). Como discípulos de Jesus, é importante que aprendamos a assumir uma posição interior oposta às dificuldades logo que elas aparecerem, e não deixemos que elas tomem conta de nós. Como podemos fazer isso? Levantando bem alto o escudo da fé! Quero acentuar que isso deve ser feito "imediatamente". Em outras palavras: agradeça logo ao Senhor por estar absolutamente protegido e seguro nEle. Se Jesus Cristo tornou-se nosso Salvador e Senhor pessoal, então a cada hora, a cada minuto, estamos seguros e protegidos de verdade. Assim, lemos em Colossenses 3.3: "...porque morrestes, e a vossa vida está oculta juntamente com Cristo, em Deus." Não restam dúvidas nem incertezas! O profeta Isaías, inspirado pelo Espírito Santo, diz a mesma coisa quando nos apresenta um quadro maravilhoso, para servir de ilustração a essa verdade tão importante: "Acaso pode uma mulher esquecer-se do filho que ainda mama, de sorte que não se compadeça do filho do seu ventre? Mas ainda que esta viesse a se esquecer dele, eu, todavia, não me esquecerei de ti. Eis que nas palmas das minhas mãos te gravei; os teus muros estão continuamente perante mim" (Is 49.15-16). Deus estava em Cristo e nos reconciliou consigo mesmo. Isso aconteceu na cruz do Calvário, onde literalmente fomos gravados nas palmas de Suas mãos! E este mesmo Deus maravilhoso tem nossos "muros" continuamente diante de Si! Ele sabe das nossas limitações, das nossas mudanças de humor e das nossas falhas! Ele conhece nossas ansiedades e angústias. E através de Sua Palavra Ele nos anima, dizendo: "Eu fiz tudo por você porque o amo. Confie em mim! Não fique olhando apavorado ao seu redor – levante seus olhos para mim! Eu sou o Autor e o Consumador de sua fé!" Segure novamente as mãos traspassadas de Jesus: numa decisão cheia de fé, lance todas as suas angústias sobre Ele, que se preocupa com você e cuida de você: "lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós" (1 Pe 5.7)!
Uma mosca pode trazer sérios prejuízos Eclesiastes 10:1 As moscas mortas fazem com que o ungüento do perfumista emita mau cheiro; assim um pouco de estultícia pesa mais do que a sabedoria e a honra. O perfumista produz o perfume, prepara cuidadosamente e um simples descuido, joga por terra, todo o seu trabalho, trazendo lhe prejuízo e aborrecimento. Mas o que é estultícia? Que não tem sabedoria, ignorância, insensatez. Ele compara o prejuízo do perfumista, com a perda de uma pessoa, por causa da falta de sabedoria e tato, com determinadas situações. Uma pequena discussão, pode destruir , toda uma vida. Conversava com um rapaz, que teve o pai assassinado pelo próprio irmão, por causa de um cheque emprestado. No dia de cobrir o cheque, o irmão do pai desse rapaz, não cumpriu com sua obrigação. Naquele dia, aquele homem entrou em casa, batendo no irmão. Ao virar as costas, o irmão saca um revólver e tira a vida dele, diante dos parentes. Por falta de sabedoria de ambas as partes em lidar com a situação, muitas vidas foram lesadas, inclusive a maldição da vingança, se alojando entre os familiares. Certo homem tinha um bom emprego num banco e trabalhou ali, por muitos anos, até que numa época de dificuldade, toma posse de uma certa quantia, que o expôs publicamente e colocou na cadeia, por muitos anos. Pessoas, que viveram uma vida sincera, de trabalho honesto, mas por causa de um pequeno deslize, estragaram tudo. Pequenas causas, grandes efeitos. I tess 5:22 Abstende-vos de toda espécie de mal Devemos evitar, sai fora do mal, pois uma coisa mínima, pode trazer sérias conseqüências. Lembra de Davi? II Sam 11: 2 Ora, aconteceu que, numa tarde, Davi se levantou do seu leito e se pôs a passear no [terraço] da casa real; e do [terraço] viu uma mulher que se estava lavando; e era esta mulher mui formosa à vista. Ele não resiste a beleza dessa mulher e mesmo sabendo que era casada com um de seus soldados, manda chama-la e passa a noite com ela. Sua vida nunca mais foi a mesma, ela engravidou, a criança morre, ele manda matar o seu esposo. A espada, a violência entra na sua casa, trazendo, intrigas, morte, incesto, enfim tudo isso por causa de uma noite, com uma mulher... Um homem sábio, guerreiro, inteligente, vencedor, começa a declinar, por causa de um momento, em que ele foi tentado e agiu sem sabedoria, levado pela insensatez. Tem muita gente, jogando por terra, anos de casamento, por causa de um caso passageiro. Perde tudo, equilíbrio familiar, honra, paz, anos de vida a dois, por causa de um caso, na calada da noite. Amado(a) sempre que se encontrar diante de uma situação de risco, onde agindo precipitadamente, você pode perder anos de trabalho, ou relacionamento, não faça nada, do que vai fazer com que se arrependa mais tarde. Nada de agir precipitadamente. Existia um lenhador que acordava as 6 da manhã e trabalhava o dia inteiro cortando lenha, e só parava tarde da noite. Esse lenhador tinha um lindo filho, de poucos meses e uma raposa, sua amiga, tratava como bicho de estimação e de sua total confiança. Todos os dias o lenhador ia trabalhar e deixava a raposa cuidando de seu filho. Todas as noites ao retornar do trabalho a raposa ficava feliz com sua chegada. Os vizinhos do lenhador alertavam que a raposa era um bicho, um animal selvagem, e portanto, não era confiável. Quando ela sentisse fome, comeria a criança. O lenhador sempre retrucando com os vizinhos falava que isso era uma grande bobagem. A raposa era sua amiga e jamais faria isso. Os vizinhos insistiam. Lenhador, abra os olhos! A raposa vai comer seu filho! Quando sentir fome comerá seu filho! Um dia o lenhador muito exausto do trabalho e muito cansado desses comentários, ao chegar em casa, viu a raposa sorrindo como sempre e sua boca totalmente ensanguentada. O lenhador suou frio e sem pensar duas vezes acertou o machado na cabeça da raposa. Ao entrar no quarto desesperado, encontrou seu filho no berço dormindo tranquilamente e ao lado do berço uma cobra morta. Uma mosca morta, traz prejuízo ao perfumista.
UMA EQUIPE UNIDA JAMAIS SERÁ VENCIDA Filipenses 2:1-4,ao 18 O apóstolo Paulo afirma que a sua grande alegria estaria em ver aquela Igreja em Filipos Unida, tendo o “mesmo ânimo, amor, pensamento...”! E a alegria de qualquer Líder ou Pastor é ver a sua Igreja Unida, a sua Célula Unida...! A maior estratégia de satanás é provocar a desunião, pois assim ele enfraquece a Igreja e para ele entrar fica fácil...! Vários fatores contribuem para a desunião numa Equipe: Intrigas, fofocas, maledicências, falta de perdão, desobediência, rebeliões... Conforme o Texto Lido, vemos que essa Unidade será conquistada, quando tivermos: I – UNIDADE NA VISÃO Todos estarão “pensando a mesma coisa” e terão “o mesmo modo de pensar”. A cabeça, o entendimento de cada integrante da Equipe funcionará da mesma forma. Os parâmetros de pensamento serão os mesmos. Todos deverão buscar essa Unidade na Visão! Todos deverão “falar uma mesma língua”: Escada do Sucesso; Esc. de Líderes; Encontros, Células...!!! Ilust.: GEN 11: 6 Torre de babel...! II- UNIDADE NO AMOR I COR 13 Se quisermos ser uma Equipe, precisamos aprender a praticar o Amor: perdoando, tendo paciência, esperando...!!! Precisamos Amar a Deus sobre todas as coisas, para depois nos Amar e amar o nosso Trabalho/Ministério...!! Se você Amar o Discipulado, Amar ser 12, ser Líder de Célula... Você vai arranjar Tempo, vai se Dedicar Mais, Vai se entregar mais... E conseqüentemente os Resultados serão OUTROS...!!! III- UNIDADE NO ÂNIMO Nós só funcionamos pelo ânimo, pelo incentivo, pelo estímulo positivo... Não funcionamos sob Pressão, sob Coação, debaixo de Jugo, Opressão, Broncas... Ilust.: As ovelhinhas só liberam o leite se forem acariciadas...!!! O Ânimo funciona como uma Onda no Mar que vai aumentando até quebrar na praia com toda a sua força... Ilust.: Se nós Líderes emitirmos uma Opinião de Desânimo, em pouco tempo, todos estarão desanimados...!!! IV - UNIDADE NO SERVIÇO! Não devemos nos “escorar”, fazer corpo mole, “nunca poder nada”, sempre se esquivar do Serviço na Igreja... Isso mata qualquer espírito de Equipe! Aqui Ninguém é Melhor do que Ninguém!!! CONCLUSÃO: Sabe quem é responsável pela Unidade da Equipe? – Todos aqueles que compõem a Equipe! A Unidade exige um Preço: Mudança de Mente/Visão; Amor; Ânimo; Serviço Voluntário...!!!
Chega de rodear montanhas!!! Texto: "Parem de rodear montanhas, virem para o norte" Deuteronomio 2.3 Introdução: O texto conta a história de um povo chamado Israel, que como cegos ficaram durante muito tempo rodeando as montanhas, andando em círculos, pelo deserto da peregrinação. Deus, em sua infinita misericórdia envia uma ordem ao povo: “Parem de rodear montanhas!”. É incrível, mas esse texto deveria ser lido constantemente por cada pessoa, pois no fundo, muitas vezes reclamamos de Deus, murmuramos que as coisas não mudam, mas na verdade Deus já nos deu a oportunidade de mudar a direção, e não mudamos. Rodear montanhas é uma terrível maldição satânica, pois quem está nesta, fica rodando e nada muda para melhor. Vejamos alguns tipos de montanhas que rodeamos, e nos deixam presos nesta maldição: 1) A montanha dos maus hábitos espirituais Quem está nesta maldição não consegue melhorar sua vida de oração, jejum, leitura da palavra, santificação... vivem dizendo: “Amanha eu mudo; um dia conseguirei”, mas não tem força para mudar a direção por conta própria. Estão amaldiçoados! 2) A montanha dos maus hábitos no relacionamento Tem gente que é uma benção na igreja, mas na vida familiar carrega certos problemas há anos, e não conseguem mudar. São brigas no relacionamento, intolerância, falta de dedicação e amor sincero. Existem casais que ficam anos na igreja, e sempre tem os mesmos problemas conjugais. O pastor as vezes não precisa mais aconselhar; basta deixar um gravador com as mesmas respostas, pois os problemas são os mesmos. 3) A montanha dos maus hábitos religiosos Estes maus hábitos não tem haver com o relacionamento com Deus, mas sim com o compromisso com a igreja e ministério. Geralmente quem está debaixo desta maldição não aprende a ser submisso a liderança; tem vergonha de falar no microfone e nunca muda isso; não tem pontualidade e nem compromisso com as datas de reunião da igreja, etc. 4) A montanha dos maus hábitos pessoais Esta montanha é terrível, pois muitas das maldições que ela traz ninguém sabe, só nós e Deus, e elas são muito prejudiciais a quem está amaldiçoado por ela. - Acordar tarde - Ficar preso a televisão - Não conseguir ficar sem ver novelas - Fazer fofoca e falar mentirar - Ter mágoas e traumas - Desrespeitar o próximo - Não estudar - Não procurar emprego - Não aprender a ler - Não pagar as dividas - Não acreditar em si mesmo Conclusão Jesus disse: “Eu sou o caminho... ninguém vem ao Pai senão por mim” Peça para Jesus te mostrar os caminhos e saia da maldição, pois o que Deus tem para você é muito maior do que você pode imaginar. Peça para Jesus te mostrar os caminhos e saia da maldição, pois o que Deus tem para você é muito maior do que você pode imaginar.
Ele é Jesus Aqui, nós temos uma das mais impressionantes histórias de todos os tempos. Você consegue se imaginar sentado num barco com o vento e as ondas batendo nesse barco? Você está tentando chegar ao outro lado do lago, mas não está conseguindo sair do lugar; e de repente: “Ei, lá está Jesus andando sobre a água!” O que aconteceu? Os discípulos ficaram apavorados, mas Jesus disse: “Coragem, sou eu! Não tenham medo!”. Quando você tenta chegar a algum lugar, e parece que você fica encalhado no meio de todos os tipos de problemas e nada está a seu favor, você não precisa perder a cabeça e ficar apavorado Jesus está dizendo: “Eu estou aqui com você porque eu sou Jesus!”. Ele sempre vai nos mostrar um caminho que nos levará para fora da tempestade. No caso de Pedro, esse caminho foi saltar para fora da segurança do barco e andar sobre a água para ir até Jesus. E, mesmo quando Pedro começou a afundar, Jesus estava lá para o puxar para cima. Uma vez, alguém disse: Eu prefiro ficar molhado e andar sobre águas do que ficar seco e sentado no barco!” Bom conselho. Você ou alguém que você conhece pode estar sentado no barco em meio a tempestade. Jesus está nos dizendo para não nos preocuparmos porque Ele está conosco. Ele está bem ao seu lado neste momento. Baseado no Livro de Marcos, capítulo 6, versículo 50.
A LIÇÃO Um famoso palestrante começou um seminário numa sala com 200 pessoas, segurando uma nota de R$ 100,00. Ele perguntou: "Quem de vocês quer esta nota de R$100,00?". Todos ergueram a mão... Então ele disse: "Darei esta nota a um de vocês esta noite, mas primeiro deixem-me fazer isto..." Aí, ele amassou totalmente a nota. E perguntou outra vez: "Quem ainda quer esta nota?" As mãos continuavam erguidas... E continuou: "E se eu fizer isto... Deixou a nota cair no chão, começou a pisá-la, esfregá-la. Depois, pegou a nota, agora já imunda e amassada e perguntou: E agora? Quem ainda quer esta nota de R$100,00?? Todas as mãos voltaram a se erguer. O palestrante voltou-se para a platéia e disse que tinha ensinado uma lição... Não importa o que eu faça com o dinheiro, vocês continuam a querer esta nota, porque ela não perde o valor. Essa situação também acontece com a gente... Muitas vezes em nossas vidas, somos amassados, pisoteados e ficamos nos sentindo sem importância. Mas, não importa... jamais perderemos nosso valor. Sujos ou limpos, amassados ou inteiros, magros ou gordos, altos ou baixos, nada disso importa! Nada disso altera a importância que temos! O preço de nossas vidas, não é pelo o que aparentemos ser, mas pelo que fizemos e sabemos!!!....